segunda-feira, 21 de dezembro de 2009

Os meus postais de Natal

Este fim de semana ao folhear um álbum de fotografias da minha infância, tive uma ideia (viciei-me em ter ideias...).

Vocês são importantes para mim, fazem parte da minha esfera redondinha.
Não conheço a maioria, mas a minha imaginação é como um corcel, corre, galopa e até é alada… voa!!!
Assim, faço-vos o “desenho” ... isto é, tento!

Então...

Tcham…
Tacham…
TachamTTTacham!!!!

A modos como um mimo de Natal, para cada um de vós...
… deixo-vos uma fotografia de quando eu era pequenina, com uma qualquer particularidade, que eu, por um meu qualquer click, identifico convosco.

Clicar em "Veja Todas as Imagens"



LEGENDA
1 - Albino (Poliedro)
2 – Arábica (Em pequenas doses)
3 – Augusto (Um entre mil)
4 – Des-encantos
5 – Herético (Relógio de Pêndulo)
6 – Justine (Quarteto de Alexandria)
7 – Legível (Papel de Fantasia)
8 – Lilá(s) (Perfume de Jacarandá)
9 – Lis (Flor de Lis)
10 – Magia da Noite
11 – Maria Teresa (Beijinhos embrulhados)
12 – Mfc (Pé de meia)
13 – Nilson (NimbyPolis)
14 – Observador (Reflexos)
15 – São (São)
16 - Sara (Carpe Diem)
17 - Senhora (Guerra do Travesseiro)
18 – Teresa (os meus óculos do mundo)
19 – Teresa (continuando assim)
20 – TP (coisas do arco-da-velha)
21 - Vicktor (Oficina das Ideias)
22 - Vieira Calado (Poesia de..)
23 – … para todos que uma ou outra vez vieram até aqui!

49 comentários:

  1. MagyMay

    sabes que muitas vezes sou atingida pela varinha mágica das sopas e só faço disparates, mas mesmo grandes disparates? :)
    A tua varinha é muito boa :) parabéns por este verdadeiro espirito natalicio de partilha de alegria a denunciar a criatividade e o tempo para os outros!
    E agora vamos lá à conversa da "treta" ;) com croquetes e poucas trivialidades :))
    Sabes que foi em S.João da Caparica numa quinta grande e com vacas e tudo que passei um verão a andar de triciclo? :))´E sabes que as paredes das casas estavam cobertas de treparadeiras em flor? E sabes que uma vez subi a uma árvore mas depois medricas tive medo de descer e gritei pela ajuda do meu pai?
    E sabes que uma das minhas primeiras memórias de Beatles pastilhas elásticas e Cacilhas foi num dia em que havia a procissão e era tudo roxo à minha volta? E sabes que gosto muito do azul clarinho da igreja de Cacilhas? E sabes que todos os anos ia à Rua Capitão Leitão? E sabes que também tive um cavalinho de madeira? :) E sabes que também gosto muito de cacilheiros? E do estuário do Tejo? E de pasteis de nata? :)

    Obrigada por este teu mimo grande.
    Fiquei a conhecer-te melhor.
    Daquelas trivialidades detalhes de que não se fala nunca, mas que afinal, são o que transforma qualquer pessoa num ser único.

    Mais uma vez votos de um Natal com tudo a que tens direito :) e se possível ainda mais :))

    Abraço grande grande.

    ResponderEliminar
  2. Querida Magy reencontrei-me em muitas das fotografias. As mesmas poses, os mesmos brinquedos, com um irmão,correndo num campo,..
    Que ideia tão bonita a sua. Muito obrigada!
    Tudo de bom para si e para os que ama!
    Abracinho

    ResponderEliminar
  3. Tive uma roupa muito parecida quando era bebé... e quase não tinha cabelo... tinha lareira e gatos, de facto...
    Um post de Natal muito original.
    Feliz Natal, querida amiga.
    Beijos.

    PS: O 1-0 de ontem soube a goleada...

    ResponderEliminar
  4. MagyMay
    Que ideia tão criativa e, porque não dizê-lo, tão terna? Todos deixamos aqui votos de Boas Festas, generalistas, mas tu tiveste a ternura de procurar algo de ti que se relacionasse com cada um de nós. Provavelmente, é uma das prendas destes Natal que eu vou relembrar, por muito tempo. Sabes, aqui na net, neste vaivém dos blogues, criam-se laços, porque se partilham ideias e sentimentos. Há de tudo, bom e mau, claro, mas eu provavelmente tive sorte e tenho dado com o melhor, com o lado mais idealista e sensível das pessoas, aquele que no dia a dia anda mais escondido.
    Obrigada por partilhares um bocadinho de ti connosco. Espero que tenhas um maravilhoso Natal. E que tenhas sempre, ao teu lado, uns óculos que te ajudem a ver o mundo.
    Bjs

    ResponderEliminar
  5. Querida MagyMay

    De peluche o meu ursinho
    Companheiro de brincar
    Quantas vezes foi o miminho
    Que a vida teima em não dar
    Mas foi também o carinho
    Nos meus tempos de mimar
    Dou-lhe a minha gratidão
    De me proteger do papão.


    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  6. Hermosas las fotografías.. gracias por compartirlas..

    Por esta altura, com apreço, respeito e admiração que tenho por eles e com eles o amor que sinto, deixar estas palavras simples e humilde ...

    ¨ O Natal é um momento de nostalgia, como uma criança, percorreu o céu, estrelas perdidas de crescimento, que iluminam a ilusão de haste, sonhos, ternura e afeto.
    Espero mais renasce com os filhos, partilha a esperança de iluminando o céu do amor e redescobre a beleza do céu, que cobre o mundo de esperança no futuro .. as estrelas iluminam a paz ea solidariedade entre os povos e amor para todos ¨

    Adolfo Paves.

    Desejo-lhe uma festa de Natal e ano-.. antigo maravilhoso com sua família ..

    Un abrazo
    Saudações fraternas.

    Pd: Eu deixei alguma mensagem neste Natal, mas, deixando apenas a maneira em torno desta vez .. Obrigado ...

    ResponderEliminar
  7. Revi-me numa foto.
    Não vou dizer qual.
    Nem vou fazer poesia.
    Prometo não incomodar.
    Saio já, elogiando a tua ideia.

    Beijo

    ResponderEliminar
  8. Kirida MagyMay
    Não me surpreendo mais com suas doçuras,porque já espero que venha sempre com mais um encantador texto.
    Me identifiquei com tantas ,Magy ( a de boina branca, no velocípede, com a amiga, no jardim ,as perninhas grossas de fora e também já adolescente ...) enfim, todas lindas , e na infancia nossos pais nos retratam assim mesmo.Adorei esse postal de Natal, criativo e super,hiper lindo!
    Passa lá no meu cantinho que deixei os meus votos explicítos e declarados! pra todos os amigos .
    Um ano de 2010 feliz e que durante o ano eu possa ir cobrar os pasteízinhos de Belém, de nata, tudo de famoso que tens aí, nesse seu lindo país.
    muitos abraços e beijos

    ResponderEliminar
  9. Mas que ideia tão gira!

    Parabéns pela originalidade ... e pela técnica!

    Não, linda, infelizmente não sou eu a tua amiguinha do Barreiro, não. Mas agora sou tua amiga, embora só internética,rrrss rrss

    Gostei mesmo, sabes? Acho que está lindo!

    Para ti e quem desejares , um 2010 mais feliz do que 2009 e um Natal muito doce e com muitas surpresas agradáveis.

    Um fraterno abraço.

    ResponderEliminar
  10. Um Natal repousado numa toalha de Paz, uma luz de esperança para todos os anseios no novo ano. Assim to desejo.
    Com amizade,

    tintapermanente

    ResponderEliminar
  11. Amiga, sei que ando um pouco ausente mas este mês de Dezembro não tem sido fácil. No entanto, foi com agrado que aqui vim para me deliciar com este fantástico post.

    Eu adoro fotografia e geneologia que para mim anda muito ligada à 1.ª. Ao ver este teu bau de recordações não pude deixar de sorrir, como se te desses a conhecer um pouco mais como se de um presente se tratasse. Adorei as fotografias. São autenticas memórias da nossa existência.

    Muito obrigado pleo miminho. Foste uma querida.

    Desejo que tenhas um feliz natal, cheio de coisas boas e em boa companhia e que esta quadra te traga novas fotografias e boas memórias e que este novo ano seja festejado cheio de saude e boa disposição. Bjs

    ResponderEliminar
  12. Olá MagyMay
    Sou a menina do triciclo, a da boneca, a dos miminhos do papá, as bochechas e as pernocas não eram tão redondinhas...mas lá estou a correr no campo, a olhar as flores...tantas lilas!
    Beijinho grande (o Feliz Natal vou desejar depois)

    ResponderEliminar
  13. ... ó pá! esta emocionou-me - a mim que sou um gajo frio como um corneto da olá - e, desta vez, nem me espalho com grandes considerações, tal foi a surpresa. Apenas te deixo um imenso obrigado, não só pela prenda, mas sobretudo porque és uma daquelas pessoas se "vê" que tem prazer em dialogar com os outros.

    Votos das melhores festas possíveis, com um beijo, um sorriso e um abraço do

    Alberto Legível, aspirante a marinheiro.

    PS: como é que sabias que, quando eu era pecanino, usava um chapéu desses, branco, para me proteger do sol?! e que o meu pai me levava a Cacilhas para eu começar a conhecer os segredos do Tejo?!

    ResponderEliminar
  14. Olá!

    Muito obrigado pela visita.

    Repete.
    Serás bem acolhida.

    Irei estar atento ao teu espaço.

    Saudações

    Bom Natal!
    Bom ano!

    ResponderEliminar
  15. Um abraço muito especial... hoje!!!

    ResponderEliminar
  16. FELIZ NATAL COM SUUUUUUUUUUUrrisinhos:)

    ResponderEliminar
  17. Que simpatia a tua!!
    Gostei de te ver!

    Olha, tem um magnífico 2010 , que a gente vai-se encontrando por aqui.
    Tens razão ao dizeres que este é também um grupo de pessoas chegadas.
    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  18. Bom Dia, Arabica

    Depois do teu comentário, alterei um pouco as legendas das fotografias para tornar mais compreensível a minha intenção da "dedicatória a quem" (para ti, é a do triciclo...)

    Mas continuando a conversinha, tu sabes-me, que:
    ... eu só conheci (grosso modo..rs) apartamentos, quando casei?
    Sempre vivi, com terra à minha volta. Era o quintal da casa os meus pais, era o terreno da casa da minha avó paterna onde passava todas as tardes e era o norte..ai o nuorte!!!
    Depois da primária, todas as santas férias era ao primeiro dia, apanhar o comboio até Viana do Castelo e... vacas, bois, porcos, milho, batatas, uvas, festas e romarias muitas (todas as que havia), trocar os "v" pelos "b" e ficar logo com aquela pronúncia do norte.
    Usar socos e comer pão quente e enfiar-me na água do rio e só com a cabecita de fora caminhar nas pedras. Ahh ... e comer chocolate preto sem pão enquanto os outros o comiam no pão. E nunca me ter adaptado ao safado do leite que sabia demasiado "a vaca"
    E ao último dia de férias lá regressa eu...
    Almada, Cacilhas, o Ginjal, o Tejo, Lisboa foram nascendo dentro de mim, são as minhas asas, são raízes, são luzes de iluminação quente que tremeluzem...

    ai...divaguei... provavelmente perdi-me... provavelmente devia voltar a trás e reler

    Beijo
    Gosto e ti

    ResponderEliminar
  19. Maria Teresa,

    Fotografias de época, não é?
    Todas temos semelhantes. E é bom recordar.
    Agradecida, também eu, por estar comigo.

    Abraço

    ResponderEliminar
  20. Um bom 2010 cheio de Trivialidades,Croquetes,Rabanadas
    e por aí fora é o que te desejo.

    Um beijo do Lobo

    ResponderEliminar
  21. Nilson,

    Pois, isso do quase não ter cabelo é um pormenor...rsrs
    Tenho sido atenta e digo-te que os bébés carequitas mais mês, mais ano e ficam compostos e lindíssimos... (gaba-te cesta!!!)

    Agradecida
    Beijo

    ResponderEliminar
  22. Teresa,

    ... e o que escreveste recebo-o como vindo de uma pessoa do bem... obrigado!
    Quero acreditar, que este mundo gira num fluir de "aproximação" e "bem estar". Tentemos entrar na onda do lado bom.

    Beijinho

    ResponderEliminar
  23. Meu Guru,

    ...e a minha paixão pelo ursinho era tanta, tanta, que nem sei se maior que a que tu descreves!

    Obrigado, pelo versinho...

    Beijinhos, muitos

    ResponderEliminar
  24. Adolfo,

    Estou-te grata, muito grata.
    Que o teu Natal tenha sido feliz.
    Faltam-me as palavras, deixo-te a emoção de um abraço fraterno e de um beijo.

    ResponderEliminar
  25. Obs,

    Conta-me, tudo!!!!

    Qual foi?
    Faz uma poema!!!
    Escorpião, que se preza, incomoda, sabias???
    E não me elogies, que eu ferro!!!

    Beijo, grande (ó, mau feitio!!!)

    ResponderEliminar
  26. kiridinha, Lis

    A foto que te dedido é precisamente aquela em que eu estou à beira Tejo e te digo qualquer coisita como: " Vem, comer pastelinho de belém... vem... está quentinho... e tem canela..." ...rsrs

    Bom Ano, minha brasileirinha! Com um fogo de artifício enormeeeeeeeeeeeeeeeeeee que se veja daqui até aí ...olha só!!!!!

    Beijo, Beijo

    ResponderEliminar
  27. São, que bom gostares da ideia!... mas técnica, não houve nenhuma, isto agora chama-se friendly, é só dizer "yes" e está tudo feito...rs

    Pois, tu não és a da fotografia, és a São a minha amiga daqueles sentires do coração... rima e tudo!!!

    Abraço e beijo... muitos

    ResponderEliminar
  28. TP,

    E que o teu Natal e da familia, tenha sido tão a contento como o de um S.João que se encantou e não mais desviou o olhar de duas ternurentas ovelhinhas...

    ... e o abraço

    ResponderEliminar
  29. Sarita,

    Agradeço-te. Vem quando for ocasião.
    E que o teu Natal tenha sido uma imensa alegria....
    Venha o Novo Ano e traga Saúde e Paz.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  30. Lilá(s)

    Ai, tantas meninas que tu és!!!... mas, claro, sempre em tons lilás (rsrs)

    Beijito

    ResponderEliminar
  31. Ó pá, Ó pá!!! Alberto (Legível)....
    Eureka!!!!... a explicação para eu achar este homem assim a modos que, que...
    Tens o nome do meu pai, caramba!!..és o melhor do mundo...bem o 2º melhor..ou antes o 3º ou o xº...porque há um Mário pelo meio que baralhou esta hierarquia toda...rsrs

    Ora, e diz-me lá Alberto Legível, ele há lá coisa melhor que ser frio que nem um gilado e ó dispois derriteri???
    São as emoções!
    (isto não soa bem!? meti água? apago? não apago?)

    Um abraço apertadinho...uns sorrisos... um agradecida pelo teu "acolher-me"

    ...continuação de Boas Festas

    ResponderEliminar
  32. Um belo trabalho, sim senhor!

    Deixo votos de

    BOM ANO de 2010

    para si.

    beijinho

    ResponderEliminar
  33. :) Perdermos-nos na escrita é deixar fluir, dizem alguns dos entendidos assim a modos que a dizer-te que não, que não te perdeste na escrita.
    E eu apertadinha na casinha dos meus pais, sempre a desejar o quintal da minha tia e o tempo gordo de verão, quando partíamos cheios de malas e brinquedos e pacotes de açúcar nos bolsos do imaginário.
    Eu lisboeta sem terra para visitar, sem terra para onde partir, cresci assim com os olhos postos nos sitios onde sem paredes de vez em quando me permitiam crescer, sem pisar ninguem com as minhas botas ortopédicas :))

    E pronto, apanhei o mote: que o 2010 não tenha paredes. Que a saúde e a força não nos faltem, assim, para o viver e encher de todas as nossas tropelias (disparatadas ou não)!! :))

    Beijos da Cafezinha, menina MagyMay.

    ResponderEliminar
  34. ... essa do "Almada, Cacilhas, Ginjal" (pensas que não estou atento à troca de comments entre ti e a nossa comum amiga "cafézinha", não?) faz-me lembrar que foram essas mais o Laranjeiro que foram tomando conta de mim no resto da minha vida. Não sei se com tamanha intensidade como a tua, mas tomaram conta, é verdade.
    Gostava mais de me terem chamado Leopoldo, ou Inácio, mas não tinha voz activa na matéria... E já agora que estamos em maré de confidências, o meu pai também se chama Alberto. Isto que não passe daqui, não vão pensar que os meus padrinhos de baptismo eram pouco ou nada criativos...

    E a propósito: desejo-te que em 2010 cheio de coisas positivas. A ti e aos teus familiares, claro.

    Beijos e sorrisos amigos do

    Alberto Legível.

    ResponderEliminar
  35. Magy, tou chatiadísimo pq há 2 semanas estive aqui e ..agora não vejo o meu comentário.Rssrsrssr.
    ..e o que dizia: mais ou menos isto, revejo-me nos cacilheiros, donde um dia deixei cair o livro dematemática, na Academia onde ia regularmente ao cinema, dos pilares sobre o Tejo e das viagens de 1 hora pra caparica...
    Adorava subir a capitão Leitão e ida cerca até ao CRei.
    Bom. pronto espero fike registado..
    Agora vou comer uma 'natércia', que um aamiga me deu.

    ResponderEliminar
  36. Amiga, já tinha comentado este bonito post mas não queria perder a oportunidade de lhe desejar umas boas entradas.

    Que o novo ano que está a chegar seja uma fonte de novas oportunidades e seja festejado com muitas saúde e boa disposição.

    Beijos

    ResponderEliminar
  37. Bom Dia!

    Não respondi aos últimos comentários e vou publicar um novo post mas .....
    vou responder!
    Faço mesmo questão de responder. Se vierem ler as respostas... Óptimo, óptimo, gostaria!

    Beijinhos, volto

    ResponderEliminar
  38. Olá, de Ano Novo JPD

    Obrigado!

    Eu vou andar pelo teu espaço...

    Abraço

    ResponderEliminar
  39. A.S.

    Abraço especial, hoje!!!!... é abraço de 1º dia do ano..rs

    ResponderEliminar
  40. Heretico,

    Gratidão mútua (assim tipo sociedade não comercial), vale?

    Beijo de Bom Ano

    ResponderEliminar
  41. Susaninha,
    ...desejo-te um óptimo ano!
    Sorrisosssssssssssssssss muitossssssssssssss

    ResponderEliminar
  42. mfc,
    ... e vamo-nos, vendo.
    Faço mesmo, questão!!..rsrs

    Beijinhos
    Bom ano, para ti

    ResponderEliminar
  43. Lobo,
    Um 2010 com tudo que mais desejares.
    Para principio, deixo-te um beijo, pode ser?

    ResponderEliminar
  44. Vieira Calado,
    Muito obrigado.
    Um Feliz 2010 também para si.
    Beijo

    ResponderEliminar
  45. Cafezinha,
    À Saúde... À Força para fazer ou refazer ou desfazer, enfim mexer (rs)... À Esperança!
    A Nós!

    Beijo Cafezinha, com um sorriso bué de grande

    ResponderEliminar
  46. Caro Alberto Legível
    Serei eu personagem tua, de alguma história entre perseguidos e seguidores?..rsrs
    ... o Laranjeiro é o meu reino!!!

    E só não sou Alberto porque sou fêmea. A tradição era assim:
    Sou filha de Alberto Jose, neta de Jose Alberto e bisneta de Alberto Jose e .....rs

    Beijo e sorriso de Novo Ano

    ResponderEliminar
  47. Des-escantos,
    E nunca fostes pelo Gingal até Almada, pelas arribas?... pois, quando lembro, nem acredito.
    Antes, uma natércia!

    ResponderEliminar
  48. Sara,
    Agradeço.
    Para ti e para a tua familia um ano de 2010 com saúde, paz e tudo o mais que desejares.
    Um beijo, muito grande

    ResponderEliminar